<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><link rel="openid.server" href="http://www.blogger.com/openid-server.g" /> <!-- --><style type="text/css">@import url(http://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/697174003-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> <!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><!-- --></head><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d724954882693773146\x26blogName\x3dMaricota+amor+perfeito\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://maricotaamorperfeito.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://maricotaamorperfeito.blogspot.com/\x26vt\x3d4363314799310964676', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener("load", function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <iframe src="http://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID=20017605&amp;blogName=Filhos+%C3%A9+uma+heran%C3%A7a+do+Senhor+%21&amp;publishMode=PUBLISH_MODE_BLOGSPOT&amp;navbarType=BLUE&amp;layoutType=CLASSIC&amp;searchRoot=http%3A%2F%2Fofofodemamae.blogspot.com%2Fsearch&amp;blogLocale=pt_BR&amp;homepageUrl=http%3A%2F%2Fofofodemamae.blogspot.com%2F" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" frameborder="0" height="30px" width="100%" id="navbar-iframe" allowtransparency="true" title="Blogger Navigation and Search"></iframe> <div></div>
quarta-feira, 27 de agosto de 2008 - 11:39

Solidariedade


Oi amigas...

Esse post é um pedido da amiga Bel. Uma amiga dela (Márcia) está grávida e o filhinho tem uma séria má-formação cardíaca. Vai precisar de várias cirurgias e o custo é altíssimo. Se puderem ajudar, será de grande valia, por pouco que seja a quantia. Orações também valem. E muito! Não vou me alongar, prefiro postar a mensagem da própria Márcia, mãe do bebê.

Obrigada.
"Olá!

Meu nome é Marcia Elizabeth de Viveiros Nassaro Fernandes, tenho 25 anos e estou grávida de meu segundo filho, Ian. Minha primeira filha chama-se Mel, tem 2 anos e meio e esbanja saúde e alegria junto com meu marido André Luiz. Moramos no Rio de Janeiro, capital.
No dia 04/08/2008, às 22 semanas de gravidez, ao fazer uma ultrassonografia de rotina a médica disse que pediria um ecocardiograma fetal, pois não tinha conseguido ver o lado esquerdo do coração do Ian.
No dia 07/08/08, marquei consulta com um médico especialista. E lá, após um longo e silencioso exame, nos foi confirmado que Ian não possuia o lado esquedo do coração.
O médico não poupou esforços em dizer que Ian não possuia chances de vida após o parto. Ian nasceria e morreria em seguida.
Saí arrasada, porém, me recusei a aceitar esse prognóstico pra lá de sombrio.
Pelas primeiras consultas ao Google, logo me deparei com outros sites e casos de crianças com 'Síndrome do Coração Esquerdo Hipoplásico', nome deste má-formação. Muitas podem ser vistas em:
http://www.pequenoscoracoes.com
Após ler várias e várias matérias, trabalhos, sites e relatos, percebi que era grave, sim. Era a mais grave cardiopatia existente em todo o mundo. Porém não era uma sentença de morte. A 'cura' é possível e as chances são por volta de 85% de sucesso!
Porém, o único médico capaz de tais resultados (estes, superiores até aos resultados dos EUA, que são cerca de 60%) encontra-se em SP. Para Ian ter chances de sobreviver, precisa ser operado com este médico, Dr. José Pedro da Silva, e precisa nascer no Hospital Beneficencia Portuguesa, em SP, que é referência para esse problema, desde o pré natal até o pós operatório. Nos hospitais do Rio de Janeiro, existe apenas 1 (UMA) criança viva após as cirurgias. Em anexo estão os detalhes da cirurgia e a explicação de por que ela é tão complexa.
O nosso maior problema, no entanto, é que com isso, vieram muitos gastos, discriminados em anexo, vez que todos os procedimentos precisam ser feitos de forma particular.
Caso alguém queira nos ajudar nessa luta, vou disponibilizar minha conta bancária.
Queria muito abrir uma no nome do Ian, mas como ele ainda não nasceu, isto se torna impossível.
Caso alguém queira e possa nos ajudar, agradecemos de todo o coração, assim como agradeço tb a todos os que não podem, mas que possam repassar para amigos e conhecidos. Muito obrigada a todos pela força e carinho!
Marcia Elizabeth de Viveiros Nassaro Fernandes
Banco Itau
Ag: 2927
Conta: 17209-4
CPF: 099.211.377-60
Telefone: (21) 3502-9523 ou (21) 9156-9523 (André)
Muito obrigada,
Marcia, André, Mel e Ian
----------------------------------------------------------------------------------------------------
Pra quem quiser anexar as explicações:
TRATAMENTO
O tratamento desta cardiopatia é feito logo após o nascimento, onde é injetado um medicamento através do cordão umbilical para manter a circulação sanguínea como fetal, evitando que o coração entre em colapso, pois não possui o lado esquerdo.
Por volta dos 2 dias de vida, o bebê é operado na mais complexa cirurgia cardíaca que existe, que leva em torno de 8 a 12 horas. Nesta cirurgia os vasos são realocados no coração de forma a possibilitar uma circulação capaz de enviar sangue para todo o corpo, e um tubo (shunt) é colocado do coração ao pulmão.
O pós operatório é longo e complicado, e o bebê vai para a UTI ainda com o peito aberto, para melhor acomodação do 'novo' coração.
Após passada essa difícil etapa, o bebê precisa permanecer internado até completar 4 meses de idade, quando irá para uma segunda cirurgia cardíaca. Novo pós-operatório e muitos dias de UTI, para só então ser enviado para casa, pela primeira vez na vida!!
Aos dois anos, será necessária uma nova cirurgia, desta vez a última.
Passadas todas essas etapas, a criança está livre para viver uma vida normal e sem muitas restrições!
Mais detalhes em: http://www.pequenoscoracoes.com
http://www.rbccv.org.br/pdfRBCCV/22-02-02.pdf
http://www.arquivosonline.com.br/2007/8803/pdf/8803016.pdf
GASTOS
De princípio, terei que ir a SP com 30 semanas, para consulta com o Dr José Pedro da Silva, e ecocardiograma fetal com a Dra Lilian Lopes, que é uma especialista de lá da equipe dele.
Sendo que, só a consulta dele é 500 reais. A eco é 420. Associado a isso tem passagem, transporte local, e todos esses gastos.
E isso é o começo... ainda terei que ir a SP outras tantas vezes para outros exames (todos particulares), o PARTO terá que ser em SP, assim sendo, o ginecologista precisa me ver, e isso tb é particular...
Apesar de provavelmente conseguir liminar no plano de saúde para a cirurgia, existem outros honorários que terão de ser pagos ao cirurgião (que não possui plano algum), que somam 10 mil reais.
Clínica Dr José Pedro da Silva: http://www.jpdasilva.com.br
Clínica EcoKid (Dra Lílian Lopes): http://www.ecokid.com.br"



Ás 11:39
|



domingo, 24 de agosto de 2008 - 18:18


Oi amigas...

Como estão vcs? Espero que bem. Aqui tudo bem. Mariana ainda tosse, embora menos, mas não ficou de tudo boa... amanhã devo levá-la na pediatra para reavaliar. Pelo menos voltou a comer melhor, o que já é muita coisa.

Ela vem com cada uma que só rindo mesmo. As últimas dela:


  • A babá estava de folga e pedi a Clécia, a que cuida da casa e cozinha, para colocar remédio no nariz de Maricota. Na hora de colocar ela olhou para Clécia e falou: 'cuidado Clecinha, bote três ml viu'.... rsrs... acho que ela diz isso pq me vê sempre repetindo a quantidade de remédio que é para dar a ela quando vou sair para o trabalho e tem remédio para ser dado...rs...

  • Maria estava com uma crise de rinite alérgica, então estava com os olhos vermelhos, lacrimejando, e com um lenço na mão. Mariana estava bricando sentada no chão com Maria e falou: 'maria, porque vc está triste? Não chore, sua mãe volta logo, vc quer brincar de outra coisa??' Rsrs... achei tão lindinho...

  • Ela já diferencia bem o que é singular e plural, na hora de falar. Ontem eu estava brincando com ela de massinha de modelar e tem um brinquedinho q faz macarrão de massinha. Fiz e coloquei em pratinhos, ela disse "mamãe, eu quero macarrões", eu falei "é macarrão filha". Ela olhou e respondeu, pegando e levantando a massinha: "é não mamãe, olha aqui, não é macarrão, é macarrões".... pq eram vários palitos né...rsrs...sabe que eu nunca parei pra pensar nisso??? Rsrs...

  • A melhor de todas... estávamos brincando na sala e ela olhou para mim do nada e falou: "mamãe, vc parece com um esquilo"...(!!!)... eu falei com o quê filha? Ela enfatizou bem a palavra: com um ESQUILO!...kkkkkkkkkkkkkk....afff.... gente, de onde ela tirou isso?? Pense num elogio!!! Será que sou dentuça e não notei? rsrs... estou aqui pensando se estou mais para Tico ou para Teco...rs... o q vcs acham?? kkkkk....

No mais, estou numa corre-corre no trabalho... muita coisa para dar andamento, processo com prazo correndo e eu correndo mais ainda. Ás vezes tenho dias inteiros livres, dá pra descansar, resolver coisas pessoais tipo médico, dentista, etc... ou passar um dia todinho com Marianinha. Mas tem dias que passo o dia quase todo fora, mal tenho tempo de almoçar. Mas eu gosto, me faz bem produzir, trabalhar, faz bem para a minha auto-estima. Ademais, desde 19 anos que trabalho, então sou acostumada a ter meu próprio dinheirinho e gastar como eu quero. Mesmo sabendo que o salário de David dá conta das despesas, nunca fiquei sem trabalhar, só durante o final da gravidez e dois meses após ela nascer, e voltei. Não acho justo que só ele trabalhe, quero e gosto de dar minha contribuição, além do que, não estudei tanto para ficar só em casa. Não tenho absolutamente nada contra quem decide ser exlusivamente mãe e dona de casa, até admiro, pq envolve muita renúncia e dedicação. Mas comigo não funciona bem, só se não houvesse outro jeito. Sou melhor mãe trabalhando fora do que se ficasse só em casa, por mais estranho que isso possa parecer..rs... ela ganharia em quantidade de tempo, mas perderia em qualidade, e creio que mais importante do que a quantidade de tempo que passo com ela é a qualidade... passo algumas manhãs da semana em casa, só saio se tiver audiência ou algo urgente. A tarde vou para o escritório, mas ela vai para a escola. à noite, depois que chego, fico somente com ela, brinco, jogo, vejo DVD, dou comida, boto pijama, enfim, curto de montão e ela tbem.

Mas também devo dizer que tenho consciência que sou privilegiada, pois graças a Deus posso pagar uma pessoa para ficar exclusivamente com ela, muitas amigas minhas tiveram que abdicar do trabalho para cuidar dos filhos por não ter condições de arcar com os custos de uma babá ou ainda por não ter encontrado uma pessoa adequada.

Graças a Deus tenho uma babá muito boa, de confiança, que ama Mariana, que é Maria. Aliás, a babá de Mariana é sui generis mesmo, acho que merece um post à parte. Para vcs terem idéia, ela faz faculdade de Direito. Chic de doer eu sou né gente?? Babá fazendo Direito...kkkkkkkkk.... Brincadeiras à parte, é uma pessoa muito inteligente e dedicada, e a faculdade foi 100% incentivo meu e de David. Aliás, minhas duas funcionárias aqui fazem faculdade de Direito em uma faculdade particular à noite. Apoiamos, incentivamos e ajudamos financeiramente custeando parte do curso delas, até elas conseguirem o financiamento da Caixa, além de emprestar os livros de Direito que temos de sobra. Bom, o mérito é delas, que passaram no vestibular e só precisavam de um empurrãozinho, uma forcinha para irem mais adiante. Na verdade, nenhuma das duas tem o perfil de empregada doméstica. São duas moças pobres, de 19 e 20 anos,moradoras da zona rural que todo dia iam em cima de um caminhão estudar na cidade, até concluírem o ensino médio. Como eu estava grávida procurando babá e a outra empregada da época também ia sair, a irmã de Maria me "ofereceu" Maria para ser babá. Nunca tinha trabalhado nem cuidado de criança, mas arrisquei e deu certo. Clécia veio um mês depois, por intermédio de Maria, pois ambas nasceram e cresceram em um mesmo sítio. Sem muitas perspectivas de estudo ou trabalho na roça, resolveram vir trabalhar como domésticas em uma cidade maior para tentar estudar e crescer, já que aqui teriam casa, comida, carteira assinada e o salário cai livre na mão delas. São muito boas funcionárias, direitas, honestas. Maria cuida muito bem de Mariana e Clécia cuida bem da casa e cozinha bem (quando chegou nunca havia feito nada em uma cozinha, mas tbem apostei nela e fizemos um "treinamento intensivo" de umas 3 semanas com a outra que na época estava para sair daqui). Temos prazer em ajudá-las, eu e David. Outra coisa, o fato de elas terem estudo, serem orientadas, me ajuda muito. Maria já chegou a ligar para a pediatra quando eu estava viajando para tirar uma dúvida sobre um remédio. O fato de falarem corretamente, serem educadas, influencia diretamente a educação de Mariana.

Acho que nessa vida devemos servir de ponte para pessoas humildes, porém interessadas como elas, a melhorar de vida, crescer, aprender. Até brinco com elas e falo que se estudarem muito e se dedicarem, vão ser promovidas e irão para o escritório trabalhar lá...rs... Quando digo às pessoas que elas fazem faculdade de direito, usam nossos livros e até meu computador para fazer trabalho ou pesquisa em suas horas de folga da lida doméstica, as pessoas se espantam... não entendo porquê...rs... o que me espanta mesmo é discriminação, segregação, exploração e um monte de outros "ão". Tudo o que faço é de coração. Quem verdadeiramente me conhece sabe disso. Êta que já "falei" demais...rs...

Beijos e boa semana!




Ás 18:18
|



terça-feira, 19 de agosto de 2008 - 18:07




Oi...



Esses dias tenho andado meio sem inspiração de postar. Estou um tanto triste esses dias, angustiada também, pois estou com uma amiga com um problema de saúde muito grave, que pegou todos de surpresa. Ela é jovem e cheia de vida, de uma hora para outra, descobriu um câncer de pulmão. Ficamos todos muito abalados, tristes, abatidos. Nessa hora a gente "acorda", e sente o quão vulneráveis somos todos nós... apenas uma chama acesa ao vento. Também não sabemos o que nos aguarda o futuro... fazemos planos, sonhos, que nem sempre se concretizam. Não sabemos os desígnios de Deus, porque ELE é mistério... não cabe à nós decidir nossa vida, mas a quem é Maior do que nós.

Atualmente, ela se encontra em SP fazendo exames e orientação para um tratamento. Estamos todos tentando nos manter firmes, com fé e sem perder a esperança, apesar da situação delicada. Todos os dias peço a DEUS que olhe por essa amiga, uma pessoa tão boa, simples, que merece muito ser feliz, e que já passou por muitas adversidades na vida.



Nessas horas a gente repensa a vida, nossos valores, e minimizamos coisas miúdas do dia a dia que muitas vezes damos tanta importância sem necessidade. Como nós nos estressamos por tão pouco! Daí paramos e percebemos quantos momentos e coisas importantes deixamos passar... momentos simples, mas únicos, que fazem a vida valer a pena: um beijo do filho, um abraço do marido, um reencontro com um amigo(a) querido(a), um domingo em família, enfim, a saúde, a paz, a harmonia do lar... coisas que só notamos quando vem algo para nos "sacudir"...



Agradeço todos os dias a Deus por minha família e meus amigos, e a bênção de tê-los comigo felizes e saudáveis.



Incluam minha amiga em suas orações.



Beijos!!!








Ás 18:07
|



quinta-feira, 14 de agosto de 2008 - 20:04

Maricota e sua turma...

Oi amigas...


Como vcs estão? Aqui tudo em paz, graças a Deus. Mari ainda continua "encatarrada", e tossindo, mas já está melhor e a tosse está mais espaçada. Essa semana , para felicidade dela, não foi um único dia à escola...rsrs. Preferi deixar ela melhorar mesmo, e creio que ela só irá semana que vem se estiver 100%... ela está uma graça, cada dia vem com uma novidade. Esses dias ela aprendeu algumas palavras novas, ou expressões novas...
  • uma é "piorou"... tudo que a gente vai fazer, se não dá certo, derruba uma colher, derrama algo, ela olha e fala, "ih, piorou"...rsrs... as vezes nem usa a palavra na hora correta, mas usa..rs...

  • a outra é "não é estranho?" Hoje eu estava com ela na sala e ela falou "mamãe, minha bola estava aqui e sumiu, não é estranho?" ...rs... eu comecei a rir, não sei onde ela aprende, acho que ouve a gente falar, e repete, sei lá.


  • Hoje ela tbem falou para Maria: "Maria eu quero comprar uma boneca para Larinha e quando ela chegar da escola eu dou a boneca e digo SURPRESAAA!!!!(Lara é nossa vizinha, filha da minha amiga Luana, e ela AMA essa amiga)... ela agora diz frases bem longas, com o pensamento bem coordenado, pq antes falava frases maiores, mas meio sem sentido...rs... detalhe, ela ama dar presentes, acho tão bonitinho... se eu compro um presente, quando chego com o pacote, ela pergunta logo se é pra ela, eu falo que não, é do aniversário do amiguinho, ou da priminha, q tem que guardar para ela entregar depois. Pronto. Ela aceita numa boa, as vezes o embrulho (com a embalagem da loja de brinquedos q ela já conhece) fica dias exposto no armário e ela não mexe nem pede para abrir. Antes ela queria porque queria abrir qualquer pacote, de uns meses pra cá e com bastante conversa minha com ela, tem entendido que as coisas nem sempre são para ela e sim para ela dar à alguém.

  • A outra dela: faz uns três dias que fomos lá na casa de Lara (aqui no prédio mesmo) e ela foi correndo pro quarto da amiguinha, que estava brincando com um primo. Mariana entrou e foi logo falando em voz alta: Lara, que bagunça esse quarto!!! Luana ficou morrendo de rir e eu com vergonha...rsrsrs. Acho que é de tanto ela ouvir essa frase...rs

  • A mais nova paixão dela é assistir às provas de ginástica nas Olimpíadas... (as vezes ao vivo, nas madrugadas de tosse, às vezes vendo o VT depois), ela fica parada, olho arregalado e boquinha aberta... na primeira vez que ela viu, olhou pra mim e falou "mamãe, como faz isso? Eu quero aprender" rsrs... falou desse jeito... fiquei boba... acho que nem tem aqui na PB. Se realmente ela quisesse, maiorzinha, eu colocaria sim, mas ... que me desculpem as amantes do esporte, mas tadinhas das ginastas, ficam com o corpo tão estranho... não me acostumo com aquele pescoço grosso delas e aquele corpo "entroncado"... mas admiro a disciplina e talento delas.

Ela está aos poucos, voltando a se alimentar melhor. Hoje, depois de quase uma semana sem querer comida de panela, aceitou um pouco de comida no almoço e no jantar também, e tomou bastante suco. Porque nesses últimos dias quase virou lactente de novo...rs... só queria saber de mamadeira. Mas aos pouquinhos está recuparando o apetite!

Beijos.




Ás 20:04
|



domingo, 10 de agosto de 2008 - 20:06

Oi amigas!!!!

Passando para dar notícias e postar umas fotinhas .... na sexta feira, foi a comemoração do dia dos pais na escolinha. Ao contrário do dia das mães, que ela participou direitinho, dessa vez não quis e logo que viu eu e David sentados na "platéia", saiu do meio dos coleguinhas que estavam se apresentando, cantando umas músicas, e veio ficar conosco... cada pai ganhou um lençol com as iniciais bordadas...muito lindo.
No sábado a casa aqui encheu, chegaram meu pai (minha mãe já estava aqui), os pais de David, minha irmã e meu cunhado... contando com os "moradores permanentes", David, eu, Mari e mais as duas moças que moram e trabalham conosco, a população ficou de 11 pessoas...rsrs... mas nada que amor (e colchões) não resolvam...rsrs... Mariana adorou a farra, mas estava bem gripada mesmo, e a alergia chegou junto... está com muita tosse, super congestionada... ontem assisti ao vivo boa parte das Olimpíadas...rsrs... madrugada adentro, ela toda entupida, sorine não resolvia... tossiu tanto que vomitou... só dormiu depois q a tosse alcalmou, de uma e meia da manhã, mesmo assim de três e meia acordou, dormiu em seguida, mas ficou assim a noite toda, agoniada com a tosse e o nariz entupido... e era a folga de Maria, mas ela própria vendo a superpopulação da casa, o trabalho que ia aumentar e Mariana gripada, disse que não ia tirar a folga, deixava para o próximo final de semana (thanks Maria)... foi minha sorte porque de madrugada mesmo, só quem fica segurando o "rojão" somos eu e ela. Hoje teve almoço aqui em casa mesmo, meu pai preparou um churrasco delicioso de picanha e fizemos os acompanhamentos... não gosto de ir para restaurantes nessas datas comemorativas, pq é sempre lotado... o que resulta geralmente em espera e mau atendimento...
Com realação ao presente, foi engraçado, pq no sábado pela manhã saí com Mariana e minha irmã para comprar os presentes de David e do meu pai e desde lá do shopping vim conversando com ela, que a gente ia esconder o presente do papai, que a festa era só amanhã, que ela não podia falar nada. Bom, compramos e assim que entramos em casa, Mari foi logo falando: "papai, trouxe presente para você"...rs...aí em seguida olhou para as sacolas na minha mãe e falou "entrega as camisas mamãe"....rsrs... aí não teve jeito, abriu ontem mesmo duas camisas que compramos... só não deu o presente do meu pai porque ele ainda não havia chegado...rs...

Mariana segue gripadinha, hoje logo cedo liguei para a pediatra dela, descrevi como ela estava e Beatriz passou corticóide e antialérgico. Não sou muito fã, mas é o jeito, a tosse dela está feia, e só assim dá uma aliviada. Amanhã levo no consultório para a pediatra dar uma avaliada.
A hora de dar remédio é uma batalha. Alguns remédios ela até toma, tipo o xarope natural a base de mel, o redoxon, mas os outros, é um stress... ela chora, grita, esperneia e o pior, cospe longe... fez isso 03 vezes seguidas hoje, por mais que eu conversasse com ela e explicasse que entendia que o remédio tinha gosto ruim, mas era necessário para ela não tossir... quando ela cuspiu a terceira vez (e ainda bateu na minha mão para empurrar a colher), perdi a paciência e dei dois tapinhas nas mãos dela... em seguida me arrependi, mas fiquei firme e expliquei porque havia batido na mão dela... juro que faltou paciência... ontem mesmo, ela ficou com tanta raiva do antialérgico (Polaramine) que jogou um brinquedinho nele, o vidro estava aberto em cima da cômoda do quarto dela, bateu em cheio e derramou mais da metade do remédio... haja paciência...rs... depois dos tapinhas (e da dor na consciência), como já era tarde, não quis incomodar a pediatra e liguei para minha irmã, perguntando se podia misturar o remédio na mamadeira. Ela falou que a absorção não era a mesma, pois ficava diluído, mas como ela já havia se estressado muito e eu idem, colocasse, mas em pouco leite. Diluí o remédio em 100 ml (ela toma cerca de 250ml) e ela tomou... bom, melhor que nada né... vou ver se amanhã, ela (e eu) mais calma, toma sem precisar diluir...
Amigas, estou aceitando dicas de como dar remédio ruim à criancinhas geniosas...rsrs....

Beijos....
PS. Fotinhas com o papai na escola, e pronta para ir a uma festinha de aniversário sábado à tarde.



Dando beijinhos em papai na escolinha....

Pronta para ir à festa de Alice! Lindinha!!!

Quem quer???

Na festa com titia Yanny e mamãe.



Ás 20:06
|



quinta-feira, 7 de agosto de 2008 - 19:39

Oi amigas...

Tudo bem? Passando rapidinho para dar notícias e postar umas fotos... ontem foi o niver da minha mãe, e ela está aqui em casa, pois veio passar uns dias para fazer fisioterapia no braço, por causa da bursite e tendinite q ela tem, aproveitei e comprei um bolo só para a gente (leia-se Mari...rs...) cantar parabéns! Mainha querida, nem preciso dizer o quanto te amo e tudo que vc representa na minha vida, aliás na nossa, pq Mari AMA a vovó q lhe faz todas as vontades...rsrs...

Mas quem fez a festa mesmo ontem foi Mariana. Chegou o boneco Caillou q minha querida amiga Andressa mandou para ela. Como não tem esse boneco aqui (pelo menos não vi em lugar algum e nem pela internet em lojas daqui) Andressa se desdobrou e só sossegou quando achou...rsrs... ela mora na Inglaterra, mas achou em uma loja online no Canadá e mandou entregar aqui no Brasil... rs... isso sim, que é GLOBALIZAÇÃO!!! Rsrs... Maricota amou, desde ontem não larga o boneco (detalhe: ele fala, mas é em francês...rsrs...) ela olha para mim com uma cara engraçada e pergunta"o que ele tá dizendo mamãe?"...rsrs...só que não falo francês...rs... mas hoje Andressa me mandou a tradução das frases....rsrs... daí eu expliquei para ela q ele falava o nome dele, chamava para brincar, dizia alguns números, etc... ela ficou olhando para mim com uma carinha de interrogação, como quem diz "tem certeza"?? Rsrs... muito engraçado!!!! Mas amou... ela é APAIXONADA por Caillou, tem um monte de DVD dele e não gosta de Rose, a irmãzinha dele, pq tem ciúmes de Caillou com ela... acho que Caillou é a primeira paixão dela...kkkkkkkkkkkkk...
Andressa querida, obrigada pelo esforço e dedicação... se quiser alguma coisa aqui das "bandas" da Paraíba, rapadura, carne de sol, farinha, manteiga de garrafa, pede pedir que eu mando aí p/ terra da rainha...kkkkkkkkkkkk...


Beijos!!!


Na hora que ganhou Caillou, tinha acabado de acordar... dando beijinhos no amiguinho...Levando Caillou para a escola... Ainda antes de ir, no escorrega com Caillou... ele participou de todas as atividades do dia...pena que não tirei foto dele "assistindo aula" na escola...rs... Niver de vovó... Parabéns vovó!!! Te amo!!!



Ás 19:39
|



domingo, 3 de agosto de 2008 - 19:18

"Queeeeeem quer pão, quem quer pão, quem quer pão..."

Acreditam que ela amava purê de cenoura??? rs...
Seu "alimento" preferido agora...rsrs... (em scrap presente de titia Ana Laura)


Oi amigas...
Esses dias corri um bocado, só para variar. Trabalho, audiências, Mariana resfriada (pois é, voltou para a escola, menos de duas semanas após, já resfriou...), aulas da especialização no final de semana... nas horas vagas, um pouco de leitura e claro, internet. Esse final se semana acabei de ler "A Sombra do Vento" de Jorge Luiz Zafon. Para quem gosta de romance, thriller, aventura, suspense e mistério, tudo junto, é um prato cheio. Gostei demais e recomendo.

Mariana, apesar do resfriado está bem. Só está comendo pouco, o que vem me preocupando e só quer comer o que não é bom (corrigindo, o que não é lá muito saudável, porque bom, com certeza é...rs). Ela agora resiste bastante ao feijão com arroz, purê, sopas, macarrão, carnes, frutas... come um tico e depois não quer mais... mas passa o dia querendo beliscar... adora comer bolo, biscoito, iogurte, e, se a gente der bobeira, bala e chocolate. Não quero ser muito "xiita", mas não gosto que ela coma muito essas coisas porque aí começam os maus hábitos alimentares q trazem problemas ao longo da vida. Ainda mais que David é sobrepeso, então ela tem na genética. Mas é aquela coisa que as mães experientes diziam e eu constatei, quanto maior vai ficando, menos controle vc vai tendo, principalmente nesse quesito alimentação. Até bem pouco tempo, eu escolhia cada item do cardápio dela. Agora, não adianta, tem que tentar convencer, já conversando, na maior paciência, coisa que não tenho muito. Mamadeira ela toma duas, uma ao acordar e outra antes de ir dormir.

Todos os dias ficamos eu e Maria tentando inventar algo que seja atrativo, saudável e gostoso ao mesmo tempo (tarefa difícil), e tentamos variar... mas confesso que não está fácil. Frutas, que ela comia aos montes, está ficando cada dia mais difícil ela querer e mesmo assim, só aceita geralmente banana, uva e vez ou outra morango... antes ela comia várias, amava mamão, kiwi... agora é uma luta... nos resta a opção de colocar na mamadeira com o leite, fazendo a vitamina, mas preferia que ela tivesse o hábito de comer a fruta "pessoalmente" como diz meu primo...rs...

A escola também influencia, porque ela vê o lanche das outras crianças e fica pedindo. Apesar de a escola dispôr de uma sugestão de cardápio para o lanche das crianças, pouca gente o segue. Já vi crianças lanchando um pacote de batatas Ruffles e um Toddynho, por exemplo... salgadinhos de pacote, etc... daí ela leva uma fruta e uns boscoitos sem recheio, ou um sanduíche de pão integral com queijo e um suco. Ela vê o lanche do coleguinha e acho q na mesma hora o dela perde a graça...rs...
Eu continuo tentando não ceder... tento conciliar, tipo, nas sextas feiras mando um lanche mais "liberal", digamos assim, como chocolate, biscoitos com uma fina cobertura (de chocolate tbem) ... às vezes dou uma pequena porção de jujuba, quando vou buscá-la-la, como prêmio por ela ter ficano na escola sem chorar...rs... mas na medida do possível, evito... nunca comprei salgadinho de pacote pra ela, Mac Lanche feliz ela só comeu uma vez até hoje, pipoca muito raramente quando sai pra passear e Toddynho ela veio tomar pela primeira vez mês passado, na casa de minha mãe (q ela AMOU)...rs... aí ficou pedindo depois e eu falo sempre que aqui não tem, só na casa da vovó...rs...
Quando vamos para aniversários eu geralmente dou uma mamadeira "reforçada" minutos antes de sair de casa, com frutas, iogurte, leite, um coquetel.... pq aí evita de ela se empanturrar de salgados fritos, doces, pirulitos, pipocas, tudo de uma vez... ela come, mas bem menos... no dia que ela descobrir minha tática...rsrs... duvido q queira a mamadeira...rs.... mas no geral, ela é muito boa para comer, mas acho q agora, conhecendo outros "paladares" ela está notando que a existe algo mais além do feijão com arroz...rs...

É isso amigas... boa semana e boa sorte com a alimentaçãos dos pimpolhos de vcs... caso descubram uma fórmula mágica de fazer criança gostar de brócolis, feito o menininho do comercial, please, me avisem...rsrsrs...

Beijos!!!



Ás 19:18
|