<META content="MSHTML 6.00.2900.2604" name=GENERATOR><link rel="openid.server" href="http://www.blogger.com/openid-server.g" /> <!-- --><style type="text/css">@import url(http://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/697174003-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> <!-- --><style type="text/css">@import url(https://www.blogger.com/static/v1/v-css/navbar/3334278262-classic.css); div.b-mobile {display:none;} </style> </HEAD><!-- --></head><BODY><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d724954882693773146\x26blogName\x3dMaricota+amor+perfeito\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://maricotaamorperfeito.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://maricotaamorperfeito.blogspot.com/\x26vt\x3d4363314799310964676', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener("load", function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <iframe src="http://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID=20017605&amp;blogName=Filhos+%C3%A9+uma+heran%C3%A7a+do+Senhor+%21&amp;publishMode=PUBLISH_MODE_BLOGSPOT&amp;navbarType=BLUE&amp;layoutType=CLASSIC&amp;searchRoot=http%3A%2F%2Fofofodemamae.blogspot.com%2Fsearch&amp;blogLocale=pt_BR&amp;homepageUrl=http%3A%2F%2Fofofodemamae.blogspot.com%2F" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" frameborder="0" height="30px" width="100%" id="navbar-iframe" allowtransparency="true" title="Blogger Navigation and Search"></iframe> <div></div>
terça-feira, 29 de julho de 2008 - 10:28

Maricota com os cabelos in natura, depois de acordar... hora do lanchinho...
Huuummm... eu adoro biscoito com Nutella... fico com bigode e barba de chocolate...rs

Toda noite mamãe me manda ler um pouquinho, para ver se chega sono...


Oi amigas...

Como têm passado? Nós aqui vamos bem. Mariana retornou à escola semana passada. Como era de se esperar, está dando um pouquinho de trabalho para se readaptar, todos os dias chora antes de ir, diz que não vai, que quer ficar em casa, enfim... o básico...rs... mas chegando lá ela se cala e fica bem, sem chorar.

Mas a hora que "o bicho pega" mesmo, é sempre a mesma: hora de dormir. Ela tem verdadeiro pavor de ir dormir. É só ver o pijama, a hora do banho, que já começa o chororô, os gritos de "não quero ir dormir"... não sei porque, já q dormir é tão bom...rsrs... mas brincadeiras à parte, é muito estressante todo dia essa luta pra ela ir dormir. Se deixar, ela adentra a madrugada brincando, vendo TV e conversando. Anteontem mesmo fez os famosos mega-serões: foi dormir às 00h30, acordou às 04h00 da madrugada e fim de papo. Aí acordou e ficou chorando, enjoada (lógico, 3h e meia de sono numa noite é estressante até para um adulto), não queria fazer nada, nem deitar, nem brincar, começava uma coisa, já parava, ia pra outra, enjoava, e por aí vai... minha sorte é Maria, a babá, senão eu estava ferrada para aguentar o tranco... David tinha tomado hidroxizine para alergia e apagou, literalmente. Maria ficou das 04h00, hora q ela acordou até as 07h00, eu "rendi" Maria e fiquei até às 09h00 da manhã, hora q ela dormiu de novo. Acordou por volta de uma da tarde, tomou banho, almoçou e foi pra escolinha. Eu e Maria aproveitamos para descansar um pouco, pq estávamos muito cansadas... eu posso passar o dia inteiro trabalhando, correndo, mas uma noite sem dormir acaba comigo. Passo o outro dia meio zonza, cabeça pesando e por mais q a gente descanse de dia, não é a mesma coisa... ontem ela até dormiu à noite, mas ainda acordou 3 vezes chorando de madrugada, mas graças a Deus se calou logo.
Eu ri demais lendo um post no blog da Lu Brasil, sobre o filho dela e o sono dele (ou a falta de).
Ela escreveu o post intitulado "Minha parte em morfina, please"... super engraçado, mas a gente ri para não chorar, pq só sabe quem passa...rsrs...

Minha irmã marcou consulta para Mariana com uma médica de Recife, neuropediatra, que tem vários artigos publicados, inclusive nessa área de sono infantil. Dizem que ela é muito boa, assim espero, pois a consulta é o dobro do que geramente é cobrado, ela não aceita nenhum tipo de plano de saúde, só particular e mesmo assim só conseguimos vaga para 20 de setembro. Vamos ver o que ela vai me dizer...

Mas por outro lado, à exceção do sono, ela é uma criança maravilhosa. Doce, inteligente, meiga, carinhosa... esperta, falante, e a gente vê o desenvolvimento dela a cada dia. Fala tudo, tem diálogos com a gente bem completos, com o pensamento já bastante coordenado, capacidade de argumentação e o vocabulário e a dicção muito bons. Curiosa,tudo quer saber por que? Porque a gente está fazendo isto aquilo, com quem a gente está falando, o que estamos comendo...rs... a moda dela agora é perguntar a idade a todo mundo...rs... nesse ponto, a timidez dela até ajuda, para não fazer perguntas desse tipo à pessoas estranhas...rs... mas com a gente, ela manda ver: "quantos anos vc tem?" a pessoa responde e ela ainda tripudia...rs.... "pois eu tenho dois", e mostra os dedos... Já conhece o alfabeto praticamente todo, e identifica uma por uma pelo nome e associa à alguma palavra que a gente ensinou, tipo M de Mariana, "b de bola" e por aí vai... tbem já memorizou a posição de várias letrinhas no teclado do computador e adora ficar mexendo, digitando no word em letras garrafais na cor pink...rs... tipo eu pergunto "cadê o "A"? ela vai lá e digita e fala "A de Aleksandra..."O" de óculos... bem como os números.

Algumas das últimas pérolas dela:

  • David estava saindo, ela o viu de terno e perguntou: papai, aonde vc vai? ele respondeu: trabalhar filha. E ela, "ah, papai, não vai não, ninguém gosta de trabalhar, fica em casa"...rsrs... quem dera nós pudéssemos né...rs


  • Eu para ela: filha, vc quer um irmãozinho, igual Caillou tem a Rose? E ela: não mamãe obrigada, depois tá? (Até parecia que eu estava oferecendo um biscoito...rsrs...)


  • Ela para minha irmã: "titia, estou precisando de uma calça, vamos ao shopping comprar?? "Rsrs....


  • Domingo estávamos indo ao shopping e eu estava com ela no banco de trás e David dirigindo, certa hora tem uma curva bem fechada e a gente "pende" o corpo para o lado. Ela falou assustada: cuidado papai, eu e mamãe vamos "derramar" aqui...rs... (acho que foi pq sempre que ela pega um prato com comida, ou copo, vai andando e colocando meio de lado e falo p/ ela ter cuidado para não derramar...rs...

  • David chegou da rua com um pacote na mão e ela foi logo falando: "presente para Mariana", eu falei "não filha, isso é remédio para o papai tomar". Ela me olhou bem séria: "mas ele vai ficar bom logo não vai??"...rs... achei tão bonitinho...rs...

PS. Fui hj à tarde com ela na pediatra... eltá com 14kg e 800 gr e 92 cm minha pequenininha...rs...

Bjokas para todas!




Ás 10:28
|



quarta-feira, 23 de julho de 2008 - 20:09

20 coisas sobre mim que (eu acho) vcs não sabem!

Já vi isso em outros blogs e achei legal... mas descobri que sou muito "básica"...rs... nada muito emocionante...rs...

1 - Eu, ao contrário da grande maioria das pessoas da face da terra, não gosto de quase nenhum tipo de queijo... só gosto dos mais “básicos”... tipo mussarela ou prato, e outro comum aqui no nordeste, de coalho... os demais não gosto... se quiser q eu fuja de uma comida é só colocar uma quantidade mínima de parmesão...rs... eu ODEIO!!!!!

2- Antes de ser advogada me formei pedagoga e fui professora de crianças (inglês) por cinco anos. Eu era uma tia muito legal!! Rs...

3- Eu comi pizza a primeira vez com oito anos... sim, eu era da roça...rs....

4- Eu aprendi a ler com 04 anos. Minha mãe me ensinou em casa, com uma cartilha chamada “Caminho Suave” e me lembro até hoje da capa... com 05 anos eu amava ler gibis... durante minha infância cheguei a ter uns 500...rs

5 – Quando eu tinha 11 anos, ganhei um concurso de literatura infantil e fiquei em 1º. lugar no estado de Pernambuco, com um livrinho q escrevi...de prêmio ganhei uma caderneta de poupança do BANDEPE e uma coleção de livros. Isso mesmo, nem tudo era roça lá no Egito...kkkkkk....

6 – Eu aprendi a fazer tricot quando tinha 10 anos e amava...kkkk.... era um tico de gente e vivia tricotando, parecia uma vovó... passava horas...

7 – Eu ia morrendo afogada por duas vezes... por isso água só pra beber e tomar banho e olhe lá...

8- Morro de medo de avião... passo mal, tenho taquicardia... e só entro depois de tomar um calmante...rs...

9 – Já morei em Brasília e ao contrário de muita gente, eu gosto de lá;

10 – Sou super “cri-cri” pra dormir... não pode estar muito escuro e tem q ter barulho de ventilador (ar condicionado não serve, tem q ser do ventilador...vai entender mania de pobre...kkk), ao lado TEM que ter um copo dágua e um sorine...

11 – Nunca gostei de brincar de bonecas.

12 – Sou muito míope. Somando os dois olhos, tenho 14 graus de miopia.

13 – Sou canhota e não faço nada direito com a outra mão.

14 – Detesto comida congelada ou feita no dia anterior.

15 –Quando criança, criava uma ovelha de estimação, aliás, ao todo foram 03...amava... se chamavam Kelly, Patrick e Keila... nome tudo chic né?? kkkkk... não deixei nenhum virar churrasco.

16 – Danço muito, muito mal.

17 – Nunca fiquei bêbada na vida.

18 – Não uso saias.

19 – Já tomei muito banho de chuva... amava sair andando na chuva e só voltar pra casa roxa de frio...fiz isso até os 20 anos mais ou menos.. rs...

20 – Tenho psoríase há mais de 15 anos.



Ás 20:09
|



segunda-feira, 21 de julho de 2008 - 19:41


COMO NOSSOS PAIS...
Oi amigas...

Como estão? Comigo tudo em paz... estive fora esses dias, na metrópole São José do Egito, em Pernambuco...rsrs... minha cidade. Fui passar uma semana na casa de meus pais. Foi muito bom, Mariana adorou... afinal ela saía muito, brincava com os priminhos, chorou bastante hoje na hora de vir embora. Lá fui muito bom, teve uma festa bem tradicional na cidade e revi muitos amigos queridos que não via há anos. Sou muito ligada à minha terra, lá passei minha infância e parte da adolescência, lá estão minhas raízes e minha história e meus pais ainda moram lá até hoje. Sempre volto com um “nozinho” na garganta...rs...

Amanhã começam as aulas de Mariana e imagino que vai ser estressante... só de falar que ia voltar às aulas ela já começa a chorar, dizendo que não quer ir. A gente não pode nem tocar no assunto que ela já cai no berreiro... mas ela tem que, devagarzinho, ir acostumando, por mais difícil que seja para mim vê-la chorando... ela é muito arredia, tímida, e a escola ajuda muito esse lado. Sei que a tendência de nós, mães, é colocar nossos filhotes embaixo de nossas asas, ou numa redoma de vidro, para que não sofram, não se decepcionem, não sejam nunca magoados... mas infelizmente, não é possível... afinal a vida não é nada fácil, acho que cada uma de nós viveu suas próprias experiências para saber disso muito bem. Sabemos que viver é bom, mas também dói, machuca, assim é nossa existência, e com nossos filhos não será diferente. Procuro e procurarei sempre estar ao lado dela, orientando e amenizando o máximo qualquer coisa que possa fazê-la sofrer, mas sei que impedir é difícil.

Uma vez vi um texto interessante que falava que uma boa mãe é justamente aquela que prepara muito bem seu filho para viver... sem ela...rs. Um filho que saiba tomar decisões sozinho, que seja seguro de si, que não tenha uma dependência psicológica demasiado grande com os pais a ponto de crescer e não saber alçar vôos sozinho, crescer e ser um adulto mal resolvido, dependente e imaturo. Não é tarefa simples desincumbir-se desse ônus, mas é necessário... para a felicidade deles... repito isso para mim todos os dias, como um mantra, até eu me convencer...rsrsrs....

Também não acho justo para com os filhos a gente depositar todas as nossas ansiedades, desejos e expectativas neles. Aquela coisa de viver só e somente só para o filho, sem vida própria... passar uma vida inteira vivendo a vida DELES... mesmo sem querer, acabamos colocando sobre eles um fardo muito pesado, o de sempre ter que corresponder às nossas expectativas, de ser o filho perfeito, idealizado, e se tornar um adulto crescido, feliz, bem resolvido e bem sucedido que na maioria das vezes nós não somos... coisas do tipo, “eu sempre sonhei isso pra mim, não pude, meu filho vai ser”... será que ele ou ela quer isso?? Muitas vezes esquecemos que nossos filhos são pedaços de nós sim, mas não são nós... têm vida e gosto próprios, principalmente quando crescem.

Amigas, até peço desculpas pelo desabafo...rs... ficou parecendo psicologia de livro barato de auto-ajuda, mas recentemente vi uma situação que me fez refletir sobre tudo isso... tenho um amigo de longa data, que estudou anos comigo. Ele sempre sofreu muita pressão em casa. É o filho mais velho (depois nasceu mais duas meninas) de uma família de classe média. A mãe sempre cobrou muito dele, e sempre queria, no mínimo, o máximo. Ela foi aquela pessoa que parou tudo (leia-se a vida dela) para cuidar dos filhos, sempre foi mãe zelosa, dedicada, sempre atenta. Porém, por ter “parado” a vida dela por causa deles, sempre esperou que correspondessem às expectativas dela (e do marido). Em tudo tinham que ser o melhor (principalmente o menino), as melhores notas, os trabalhos mais bonitos, os mais inteligentes. Eu estudava com ele e via ali um menino muito angustiado, ansioso, com medo de não corresponder aos esforços dispendidos pela mãe. Ele nunca falava muito no pai, parece-me que este era mais passivo com relação a tudo.
Lembro bem que na época do vestibular, ele vivia dizendo que queria ser professor, gostaria de fazer algum curso de licenciatura, amava línguas estrangeiras. A mãe não o permitia sequer pensar na hipótese. Como assim, um filho professor ralé?? Rs... ele era melhor do que o filho dos outros, lembram?? Era mais inteligente, estudioso, mais bonito, mais tudo. Ela não havia passado a vida cuidando tão bem dos filhos, para vê-lo professor...era assim mesmo que ela falava... pois bem... para encurtar a história, meio contra a vontade, ele fez odontologia, passou em uma ótima colocação numa universidade federal, fez o curso inteirinho sem gostar muito... depois disso, com a desculpa de fazer uma pós, foi embora para SP, chegando lá, já mais maduro e longe da dependência materna jogou tudo p/ o alto... fez vestibular para letras na USP, passou em um dos primeiros lugares, (ele é super inteligente), fez especialização em literatura inglesa e hoje é professor de lá e está terminando o doutorado, feliz e realizado... a irmã dele nunca quis muita conversa com estudos, casou cedo, teve filhos e nem sei se terminou a faculdade, da mais nova não tenho notícias... mas enfim, encontrei com ele recentemente, lá pelas bandas do interior, dizendo que finalmente estava fazendo o que gostava, ser professor...(e da USP)... Bom, nem tive coragem de perguntar o que a mãe dele achou de tudo isso...rs... mas vejam só, muito melhor ser um professor doutor da USP (feliz) que um dentista frustrado, andando de branco e fazendo um trabalhinho medíocre não acham?
Eu penso que vou ainda cometer muitos erros, afinal, filho não vem com bula...rsrs... mas vou me trabalhar a vida toda para não esperar de Mariana coisas que na verdade, queria para mim. Procuro sempre entender que ela é minha filha, mas não é uma cópia "melhorada" de mim...rsrs...
Beijos...

PS. Eliana, fico feliz por sua mãe já estar bem, se recuperando. Beijos amiga!



Ás 19:41
|



segunda-feira, 14 de julho de 2008 - 19:37


Os hérois da nossa infância...


Oi amigas... como vão vcs?? Esse post foi a adaptação de um texto que tenho guardado há anos... é engraçado... eu amo rir com essas besteiras...kkkkkk.... sobre a pesonalidade dos nossos heróis da infância...kkkkkkkkk.... só pra descontrair... caso vcs lembrem de mais algum, por favor acrescentem.

Beijos!

TODA A VERDADE SOBRE OS PERSONAGENS DA NOSSA INFÂNCIA

GARGAMEL


Provavelmente usuário de LSD. Fica a vida inteira perseguindo homenzinhos azuis com roupas brancas com tendências claramente homossexuais e abusando mentalmente de seu gato. Aliás, para quê ele queria pegar os smurfs??



SMURFS:


Mas o que eram eles?? Duendes? Anões? Ah, e se a smurfete era a única mulher da aldeia e era filha do papai Smurf, com quem eles casavam? E quem era a mãe do bebê smurf???? (lembram do bb smurf, que vivia engatinhando?? Rs...)


PATOLINO


Se ele não usa crack, a Vera Fisher é uma freira. O cara ficava ligadão e conseguia ficar pulando, batendo a cabeça no chão sem sentir dor e falando o tempo todo feito um louco.


SALSICHA


Suspeito número 1, típico maconheiro. É só ver as roupas, o cabelo, o cavanhaque, o fato de ele conversar com cachorros, ver fantasmas o tempo todo, e sofrer de fome crônica e tá sempre com uma larica. O Scooby é cúmplice. Alguém que consegue comer, em média, 93 biscoitos de cachorro por episódio não pode ser normal. Isso sem falar naquele furgão psicodélico em que eles se trancavam para fumar um baseado.


HOMEM ARANHA


Vivia em eterno conflito por não assumir sua homossexualidade, o que inclusive o fazia ter um apego quase doentio pela figura materna. Chegou até a forjar um casamento, que obviamente não vingou.


BATMAN & ROBIN


Essa é a dupla homossexual mais bandeirosa do mundo dos super-heróis (tanto que na versão original, várias coisas consideradas muito "gays" foram cortadas posteriormente, como a "dança do Batman", lembram?). Batman era o "solteirão" que curtia meninos bem novos, mas quem duvida que aquela confiança e cumplicidade com o "mordomo" não escondia algo mais ? O "mordomo " é quem na verdade bancava toda aquela trip de herói!


HE-MAN


Esse é fácil. Consumidor número um de esteróides, foi um dos precursores da "Barbie Lifestyle" Aquele grito "PELOS PODERES DE GRAYYYSSCUULLL!!" era muita bandeira... O cara fica naquele castelo, puxando ferro, injetando anabolizantes até no tigre dele. E o Esqueleto? Tinha um caso mal resolvido com ele, (lembram daquela risada super aviadada?) E o tempo todo ficava tentando uma vingancinha...


Zé COLMEIA E CATATAU


Qualquer um sabe o que tem nas cestas de piquenique. Senão, como é que você explica aquela obsessão em roubar as cestas apesar do guarda florestal estar sempre em cima? Os caras voltam para caverna e começam a viajar.


OLIVIA PALITO


Claramente usa moderadores de apetite e anfetaminas. Ninguém é tão magro e desesperador assim. Ela deve até ser anoréxica-bulímica. Por sinal, o que é que o Popeye e o Brutus viram nela, para viverem disputando entre si???

E Popeye, que come "espinafre" (argh!) e fica fortão, deixa Brutus ( que é "bombado") no chinelo??? Rs...

ALICE


Tomou um chá de cogumelo no país das maravilhas e ficou tri-louca, fumando uma marica com a centopéia... O desenho mais lisérgico da história.


SUPER-HOMEM

E a pergunta que não quer calar: porque o superman usa a cueca por cima da calça hein gente???

....rsrs... beijos!!!



Ás 19:37
|



quinta-feira, 10 de julho de 2008 - 20:17

Parabéns Yanny!!!!



Hoje escrevo para parabenizar alguém que é muito especial... minha melhor amiga e alma gêmea.... companheira de ontem, hoje e sempre, eternamente... minha irmã. Aquela que tantas vezes me socorre, me ajuda, tem uma palavra amiga... aquela a quem eu me valho em todas as horas... boas e ruins... aquela para quem eu ligo nas horas mais impróprias...rsrs... durante os plantões, no meio de uma cirurgia, bem na hora de sono depois de um longo plantão, no trânsito, na hora do almoço no bandejão do IMIP e ainda mando sair do refeitório pq não estou ouvindo bem...hehehehehe... e ainda reclamo quando ela diz que não pode falar...kkkk.... ouve todas as minhas queixas e ainda faz consulta via celular, mesmo contra a vontade....rsrs... é a madrinha de Maricota e por mim seria madrinha de todos os outros que eu viesse a ter (rsrsrs), pois só a ela confiaria meus filhos... creio que, depois de mim, ela é a pessoa que Mariana mais ama... o primeiro nome de Mari aprendeu a falar foi papá, depois mamã e em seguida teté (titia, na linguagem da época...rs...), com oito meses... amor antigo...rsrs...


Sempre fomos muito unidas, brigamos muito raramente... quase nunca, eu diria... minha irmã é a pessoa mais "do bem"que eu conheço... tão certinha que dá raiva... nem gritar a bichinha sabe...afff.... diz ela que está aprendendo, mas eu duvido muito... sempre foi boa filha, boa irmã, ótima aluna e uma excelente profissional... dedicada... agora, nunca espere que ela:

  • lembre de dar um recado a alguém;
  • lembre de ligar para algum amigo no dia do aniversário;

  • lembre algum telefone de cor;

  • lembre onde deixou as chaves, o celular...

  • fique acordada durante um filme inteiro, seja em casa ou no cinema..

Sabe a Dory, a "peixinha" do filme do Nemo...? Pois acho que se inspiraram na minha irmã para criá-la... rsrs....


Mas não tem problema, pq meu querido cunhado Tio GU, como diz Mariana, lembra de tudo pelos dois...rsrsrs...

Nanan... gostaria de tomar emprestadas as palavra do poeta exagerado para lhe desejar "TODO O AMOR QUE HOUVER NESSA VIDA"... além de muita saúde, paz, sucesso, saúde... eu, Maricotinha e David e amamos você!!!!

Vc é a irmã que todo mundo queria ter... e eu tive essa sorte...e vc vale por muitas, por isso mesmo Deus só me deu uma!!!!!!!!!


Te amo, mesmo quando vc:

  • Me manda deixar de fazer drama;

  • Não quer passar remédio pra mim;

  • Não quer passar remédio pra Maricota;

  • Esquece de fazer ou trazer algo que eu pedi;

  • Esquece de devolver minhas tupperware que vc leva com bolo;

  • Diz que quer dormir e não quer conversar;

  • Até quando vc fica me mandando caminhar e fazer exercícios;

  • E a pior das afrontas: ela come, come, come TUDO... e NÃO ENGORDA UM ÚNICO GRAMA SEQUER!!!!!!! Rsrsrs....

FELIZ ANIVERSÁRIO!!!!

ESSA FOTINHA FOI NO NIVER DO ANO PASSADO

FELIZ ANIVERSÁRIO TITIA!




Ás 20:17
|



terça-feira, 8 de julho de 2008 - 07:46




Estamos vivendo no mundo BIZARRO???

Quando era criança, gostava muito de assistir aos desenhos do Super-Homem. Sempre me emplogava com o Superman defendendo o mundo das forças do mal. Mas, não sei se vcs lembram, existia um mundo paralelo ao do Super Homem, o mundo Bizarro. Lembro que no desenho, esse mundo era todo em tons de cinza e preto e branco e lá existia a antítese do Superman, o Homem-Bizarro ou simplesmente Bizarro como chamávamos. Era sua contraparte. Trata-se de um planeta simetricamente oposto ao planeta Terra, desde seu formato (o planeta Bizarro era quadrado), até o comportamento de seus habitantes. No Mundo Bizarro, é crime fazer qualquer coisa do jeito certo, ou criar qualquer coisa perfeita ou bela. Lembro que em um episódio, o Super-Homem foi preso por ser normal, fazer o bem. Lá, o normal era fazer o mal. Fazer o bem, ser do bem, era crime.

Pois bem. Há dias venho me perguntando se nós estamos vivendo nesse planeta. Quando falo "estamos", me refiro não a ninguém em especial, mas a nós, como um todo... e me refiro mais precisamente a essa onda de violência que se insurge contra todas as pessoas de bem, em especial contra as crianças... de repente, parece que o mundo adulto virou uma espécie de "lobo mau" atacando criancinhas indefesas. Sei que esse tipo de coisa não é privilégio do Brasil, mas falo hoje em especial daqui, pois é aqui que vivo, e é aqui que tomo conhecimento diário dos fatos. Parece que virou moda espancar, abusar, torturar e assassinar crianças inocentes. Uma triste moda, que como todas as outras, pegou.

Óbvio que desde sempre, ao longo do tempo, ouvimos histórias cruéis e covardes de violência contra crianças... mas ultimamente tem sido uma cadeia sem fim dessas ocorrências. Pais ou parentes, que têm dever e obrigação de zelar, amar e proteger tornam-se os algozes em sucessivas histórias de horror e violência inimagináveis numa terrível inversão de valores... agora é um tal de bater em criança, espancar até a morte, jogar pela janela... onde isso tudo vai parar???

Lembro bem que estava grávida de sete meses de Mariana quando eu (e todo mundo) ficou chocado com as imagens daquela menininha resgatada da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte... até hoje as imagens me vêm a cabeça: um homem abrindo aquele pacotinho, outro atrás comentando que achava que devia ser um "gato", em seguida os berros do primeiro: "é uma criança, é uma criança"... e aparece aquele rostinho inocente, toda molhada, com uma tiarinha na cabeça, entre a vida e a morte (graças a Deus, escapou com vida)... talvez por estar grávida e tão ansiosa com a chegada da minha pequena, passei o resto do dia mal, com o estômago embrulhado, sem conseguir comer direito e impressionada com o caso... como uma mãe pega um bebê recém saído de uma UTI (como ficou sabido depois), e simplesmente o descarta, para que tenha uma morte lenta e dolorosa?? Como pode essa mãe depois se referir à sua própria filha como "porcaria de criança", diante das câmeras de TV??? E ninguém venha dizer que ela é louca, desequilibrada... pq de gente assim o mundo está cheio, mas nem td mundo sai judiando e/ou matando seus filhos... depois desse caso, vez ou outra vemos outros parecidos, "bebê achado na lixeira", "bebê jogado em um córrego", e até um, não sei se vcs lembram, enterrado vivo, e felizmente resgatado ainda com vida! São as manchetes quase diárias. O filho é indesejado? Joga no lixo. Simples assim.

A moda agora é espancar e matar crianças... ora é o caso da empresária de Goiânia que mantinha uma menina em cativeiro, torturava, explorava e maltratava (segundo ela, estava educando), ora é o caso que, de tão falado, dispensa comentários, de Isabella Nardoni. Deste último pra cá, lembro de ter visto pelo menos mais uns quatro... recentemente uma enfermeira jogou sua filha de 09 meses de vida (que se chamava Mariana...afff!!) pela janela do edifício. Alegou depressão. Vi mais uns três casos recentes de crianças mortas sob a alegação de quedas/envenenamento, cujas suspeitas recaem justamente sobre seus genitores/padastros... a quem cabia por lei zelar por suas inocentes vidas... não vou estender a lista, para não parecer apelativo.... mas uma rápida olhada na internet, jornais ou noticiários na TV, nos dá uma noção da dimensão do caos que se transformou uma boa parte do que deveria ser um núcleo familiar... aí volto à pergunta inicial: MAS AFINAL, O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM OS SERES HUMANOS? Por que estão deixando de ser "humanos" na verdadeira acepção da palavra? O que leva um pai, uma mãe, até mesmo um padrasto ou madrasta, espancar um filho/enteado até a morte ou, mesmo que não o faça, se omitir diante da violência assassina? Por que um pai, de Super Homem se transforma no super Bizarro???

Em um mundo onde os valores estão invertidos, esta é não é uma resposta simples. Relacionamentos são fulgazes, pessoas são descartáveis. Nesse mundo invertido, ser honesto, trabalhar e viver cumprindo as leis, ser do bem, é motivo de chacota, de vergonha... afinal, não se é direito, se é "otário"... se vc não leva vantagem sobre as outras pessoas, vc é trouxa... nesse mundo, fica até mais fácil entender porque estamos chegando à barbárie. Nesse mundo isso é normal. Por isso disse no início que às vezes tenho a impressão de estarmos vivendo no mundo paralelo do Super-Homem, neste mundo cinza, Bizarro. E não adianta pintarmos o nosso mundo de cor de rosa, nos isolarmos na nossa redoma, olhando somente para o próprio umbigo com o discurso de "eu nada tenho a ver com isso". Nós temos sim. Claro que não como autores de histórias tão cruéis, claro que nunca como agentes ativos dessa maldade toda... mas temos porque somos as pessoas de bem diretamente atingidas pela maldade e pelos demônios que andam soltos por aí, por esse mundo paralelo (mas tão próximo ao nosso).

Sinceramente, nesse mundo preto e branco, de valores invertidos, definitivamente, sou extraterrestre. Sim, daqueles serzinhos verdes, de cabeça grande e olhos esbugalhados. Não combino com a paisagem. Graças a Deus.

Beijos!!!!











Ás 07:46
|



quinta-feira, 3 de julho de 2008 - 20:31

Oi amigas!
Como estão? Hoje vou só postar um texto que achei muito legal e engraçado de Arnaldo Jabor, sobre nós (ou algumas de nós...rs) mulheres de 30 (e uns aninhos)... espero que as amigas mais pudicas não se ofendam com o finalzinho dele...rsrsrs... beijos e bom final de semana... amanhã estarei indo para a casa dos meus pais em Pernambuco e retornarei só na segunda, se Deus quiser!!!!! Beijos...
PS. Eliana, feliz aniversário atrasado amiga!!! Felicidades para vc, muita luz, Deus a abençôe!!!
A Mais Pura Verdade
(Arnaldo Jabor)
"...A medida que envelheço e convivo com outras, valorizo mais ainda as mulheres que estão acima dos 30.
Elas não se importam com o que você pensa, mas se dispõem de coração se você tiver a intenção de conversar.
Se ela não quer assistir ao jogo de futebol na tv, não fica à sua volta resmungando, vai fazer alguma coisa que queira fazer...E geralmente é alguma coisa bem mais interessante.
Ela se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer. Elas não ficam com quem não confiam.
Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem.Você nunca precisa confessar seus pecados... elas sempre sabem...
Ficam lindas quando usam batom vermelho. O mesmo não acontece com mulheres mais jovens... Mulheres mais velhas são diretas e honestas. Elas te dirão na cara se você for um idiota, caso esteja agindo como um!
Você nunca precisa se preocupar onde se encaixa na vida dela. Basta agir como homem e o resto deixe que ela faça...
Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 anos!
Infelizmente isto não é recíproco, pois para cada mulher com mais de 30 anos, estonteante, bonita, bem apanhada e sexy, existe um careca, pançudo em bermudões amarelos bancando o bobo para uma garota de 19 anos...
Senhoras, eu peço desculpas! Para todos os homens que dizem: "Porque comprar a vaca, se você pode beber o leite de graça?", aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento e sabem por quê?"Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça!". Nada mais justo!"



Ás 20:31
|